Presunto a Monte

Outubro 27 2009

 

Página 15 - Público - 26 de Outubro de 2009

"O Egipto disse ontem esperar que Alex W., alemão de 28 anos, seja condenado a prisão perpétua pela morte de uma egípcia grávida e pela tentativa de assassínio do seu marido. (..)O acusado encontrava-se num tribunal com as vítimas no momento do crime. (..) E foi durante essa audiência que a matou com 16 golpes."

 

É impressão minha ou o Egipto está a reclamar de um acto imoral, injustificado, condenável, perverso e cruel?

 

Este não é o país no qual a violação de mulheres tem uma definição abstracta?

O país no qual os assassinatos de honra são coisa comum?

publicado por Leandro às 22:40

O problema não é salvar Portugal, é salvarmo-nos de Portugal - Jorge de Sena
mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO