Presunto a Monte

Outubro 15 2009

“Conta-me como foi” é uma boa série da RTP.

 

Essa série mostra que não é assim tão complicado fazer ficção decente em Portugal.

Produção de qualidade, bons roteiros com paralelismo histórico, e acima de tudo, bons actores.

 

Roteiros nos quais os diálogos são construídos do mesmo modo que as pessoas falam. Ao contrário de diálogos pseudo-juvenis com expressões rascas como “bué” e “ei que cena” numa tentativa falhada de parecer actual e “fixe”.

 

Actores que são mesmo actores, actores reconhecidos pelo seu talento e qualidade.

 

Actores que são seleccionados entre actores, ao contrário da política de contratação “Morangos com Açúcar” que escolhe modelos e dançarinos para brincar às pessoas.

 

Actores que tentam modelar pessoas reais. Pessoas com emoções e sentimentos, não marionetas a vomitar frases decoradas. Ao contrário de escolher actores, e principalmente actrizes, pelos seus atributos físicos, para encher o imaginário sexual masculino português e capas de revistas.

 

Esse gregório degradante do "Morangos com Açúcar" e "Rebelde Way" serve apenas para estupidificar e insular jovens da realidade portuguesa. Essas séries desfilam jovens bonitos e ricos, demasiado ocupados com dramas ridículos e fúteis.

 

Todas as gerações dizem que a geração seguinte "está perdida". Mas infelizmente, acho que essa expressão vai se tornar em realidade, num Portugal perto de si.

 

publicado por Leandro às 18:32

O problema não é salvar Portugal, é salvarmo-nos de Portugal - Jorge de Sena
mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO